Mulher é flagrada comercializando droga em Juruti

04-06-2011 08:37

A equipe do Núcleo Regional de Inteligência do Comando de Policiamento Regional I de Juruti prendeu em flagrante Flávia Cruz da Costa, 32 anos, na noite de quarta-feira, 1º, na cidade de Juruti, por tráfico de drogas.

            A mulher junto com uma menor comercializava droga na Travessa Marcos Belixa, bairro Bom Pastor. Com elas foram encontrados 125 papelotes de pasta base de cocaína, uma pedra de crack de aproximadamente 200 gramas, R$ 200,00 e uma câmera filmadora.

            A acusada usava a menor para guardar a maior quantidade da droga, pois parte do entorpecente estava escondido em partes íntimas da menor.

Flavia já estava sendo monitorada desde a cidade de Santarém. Segundo levantamentos a droga saia de Juruti chegava a Santarém e depois de preparada para a venda voltava embalada e pronta para ser vendida em Juruti.

            Segundo informações da Polícia Militar, os clientes de Flávia Cruz da Costa eram muitos, pois seu produto “era de primeira” na linguagem do tráfico. Flávia estaria dando continuidade ao trabalho de seu esposo Edinaldo dos Santos Rodrigues, conhecido por "Naldo" e preso também por tráfico em Juruti.

            A operação foi comandada pelo tenente Helder da Silva Brandão Esquerdo que destacou a importância da atuação do serviço de inteligência no município, “Sem dúvida a atuação do serviço reservado é essencial para a luta da policia contra o tráfico, pois o município é pequeno e todos os policiais militares são conhecidos e isso dificulta os flagrantes, mas com o serviço reservado o trabalho tem maior êxito”, disse o tenente.

            A acusada foi apresentada na delegacia da Polícia Civil do município onde foi lavrado o flagrante por tráfico de drogas. No momento da prisão Flávia estava com um bebê que foi encaminhado para o Conselho Tutelar local.

            O comandante do CPR-I, coronel Eraldo Paulino afirma que as ações de inteligência devem continuar em todos os municípios no combate ao tráfico de drogas e demais crimes que incomodam a população. Ascom CPR I